- Che Guavira - sítio literário

domingo, 1 de maio de 2016

http://generacionmampato.blogspot.com.br/

Enviado por Márcio Rodrigues

Diálogo com Glauder
Mário
Se alguém entrar no olho do buraco-negro, tudo bem. Mas é um universo novo, sem matéria, jorrando energia. As estrelas se formarão dali a bilhões de anos. Tomará uma enxurrada de raios gama
Glauder
Não, porque o tempo passa mais rápido no microverso. Mas se for a um macroverso pode ser
Mário
Nada a ver
Glauder
Tudo a ver. O tempo tende a infinitamente rápido, pois tem menos matéria
Mário
Passa em relação a outro. Ali nada se sente.
Seja qual for a velocidade do tempo, a sensação é a mesma
Glauder
Mas antes disso já deu tempo de ter formado.
Pra quem tá dentro, sim.
Mas de fora passa mais rápido lá
Então já terá coisa lá
Lá o tempo é como aqui
O cara que entra lá sente o tempo como aqui
O cara que viaja na nave a 90% de C volta mais novo que o filho
Glauder
Pra nós passa mais rápido
Mário
Na nave tudo parecerá como sempre
Glauder
Porque o tempo pára pra ele. E aqui passa mais rápido
Mário
Mas isso não interessa
Glauder
Mas isso é por causa da supergravidade
Mário
Tô falando do cara no buraco
Glauder
Não é o caso do outro universo
Mário
Cê tá misturando tudo
Glauder
Só se o buraco for recém criado
Se não for, terá um universo lá
Mário
Estará jorrando raios gama
Os raios cósmicos vêm dali
Glauder
Num lado jorra,  no outro não
Só uma questão de blindagem
Mário
Tem de ser buraco velho
Glauder
Sim. Se o buraco for velho terá universo lá. Mas acho que com o duplo não daria pra ir a um não formado
Mário
Saber se o duplo agüenta e se a distância do corpo, o fio de prata, tem limite
Glauder
Pois é essa duvida também
E outra: O buraco negro cava no tempo. Mas no futuro ou passado?
Mário
Nada a ver
Cria outro tempo
Um universo que parece o nosso, dá impressão de nosso noutro tempo, mas não é
Seria um deslocamento vetorial do tempo, um tempo lateral, tempo em 3D ou 4D
Quando se viaja no tempo, na verdade se está indo a outro universo, parecido
Se volta a outro parecido com o presente. Não àqui.
Glauder
E no passado dá?
Mário
Creio que ao futuro a um intermundo, e ao passado a um extermundo
Por isso viagem ao passado não tem volta, porque ao tentar voltar, este universo já morreu. Se volta a um parecido.
Na verdade o passado também não é passado, mas um parecido.
Uma ida ao futuro dá pra voltar, mas não revoltar
Em nenhum caso é viagem no tempo realmente, mas no espaço
Ou seja: O tempo é outra manifestação do espaço, como matéria e energia
Matéria-energia, tempo-espaço
Glauder
É. Faz sentido. Tempo é a variação do espaço.
Mário
Então o tempo é o espaço superdenso (ou vice-versa)

Nenhum comentário:

@templatesyard