- Che Guavira - sítio literário

sexta-feira, 31 de março de 2017

Está de volta Bartolomeu 777
 ● Ainda sobre as propagandas. Sempre refleti sobre o que é propaganda e o que é informação. Tevê, revista, folheto de supermercado… deveria conter informação. O fabricante deveria dar informação, não propaganda. Mas vivemos no mundo da picaretagem, onde o que importa é a lei-de-gérson.
Uma celebridade, a quem o público devota admiração e respeito, tem tanto pendor a representar, que continua representando no horário de propaganda. Não se importa se presta uma informação, se o produto que recomenda é seu conhecido. A celebridade busca ganhar dinheiro fácil.
Uma coisa é, por exemplo, um programa televisivo expor um produto cujo produtor paga pra que o público saiba que existe e que ajuda o programa como patrocinador. Mas o apresentador ou outra celebridade dizer que o consome, que é o melhor, mentindo como se num enredo de teatro, é imoral, desonesto, picaretagem.
Se num concurso o regulamento proíbe parentes próximos dos funcionários participarem, se um cônjuge não pode depor contra o outro. Se quer mais vínculo que um ator receber uma quantia pra elogiar um produto? Não é o mesmo que um político recebendo propina?
● A atriz austro-húngara Hedy Lamarr é tida como a inventora do celular.
Quem acredita nessa patranha?
Se conta que fugiu da vigilância do marido, oficial nazista, burlando a vigilância da criada. Fugiu a Eua e teve sucesso em Roliúde. Ali, ao piano cum amigo, ao notar que uma nota errada coincidia com outra errada teve a idéia de que se a freqüência radiofônica emitida mudasse a miúdo, mudando igualmente a sintonia receptora, a transmissão se manteria sem o inimigo conseguir interceptar.
Muito bonita, cômoda e ingênua a estória.
Mas pra quem não nasceu ontem fica óbvio que Hedy roubou fórmulas, já contatada com o serviço ianque de espionagem, fugiu com ajuda deles, e em recompensa a isso teve sucesso como atriz cinematográfica.
Pois Hedy nada mais inventou nem manifestou pendor científico.
Igual um pps que circulou há anos, onde um oficial cubano desertor conseguiu fugir a Eua e depois voltar pra resgatar a família numa praia deserta. Que pediu ajuda em Eua mas ninguém quis saber. Então voltou e resgatou a família, sozinho como Hedy Lammarr.
Sem ajuda?
Só pra quem nasceu ontem…

Enviado por Márcio Rodrigues

Coleção de cartão-postal de Joanco
 
 


2 comentários:

  1. Esse link do Xuxá,n.32,está errado,tá saíndo o da apresentadora Xuxa.Ver se corrige isso,Tá?Valeu.

    ResponderExcluir

@templatesyard