- Che Guavira - sítio literário

domingo, 12 de junho de 2016

Do acervo de Joanco
Ressubido

Faltava restaurar a capa
O número 2 do gibi que Joanco escaneava aleatoriamente
Tem de tirar o chapéu pro roteirista. Não se faz mais gibi assim.
Na nota do editor, simulando uma carta de Papai Noel, avisa que em breve a personagem Pepino, que tem sotaque italiano, irá à escola aprender português direito. Porque os leitores (era a época em que gibi era coisa de criança) não gostaram do sotaque. O que hoje seria visto como preconceito lingüístico era banal. Mas, vejamos: Certos puristas põem o sotaque carregado em certos contos, novelas e romances, como forma de mostrar realismo, documentar, mas isso deixa o texto pesado e enfadonho.

Enviado por Márcio Rodrigues


Um comentário:

@templatesyard